Juscelino Filho é titular na CPMI que investiga acordo de delação da JBS

WhatsApp Image 2017-07-05 at 18.27.34A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI), instalada na última semana para investigar o acordo de delação firmado entre executivos da JBS e o Ministério Público Federal (MPF), contará com a participação do deputado federal Juscelino Filho (DEM).

Para o parlamentar, que é titular da comissão, os fatos revelados são graves e precisam ser apurados. “Há muito que ser explicado nessa história. Como membro dessa comissão, quero acompanhar de perto e ajudar a buscar as respostas que a sociedade exige”, assegurou. Ainda de acordo com Juscelino, os irmãos Batista não podem ficar impunes. “Apesar de cometerem e relatarem diversos crimes, esses senhores foram beneficiados exageradamente com o acordo de delação.  É preciso que a justiça seja feita e estaremos atentos a isso”, afirmou.

Na abertura dos trabalhos nesta terça-feira (5), foram apresentados diversos requerimentos de convocação. Destaque para os nomes de Rodrigo Janot, procurador-geral da República; os irmãos Wesley e Joesley Batista, executivos da JBS; Marcelo Miller, ex-procurador federal; Ricardo Saud, executivo da JBS; Demian Fiocca e Luciano Coutinho, ex-presidentes do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). Diante de uma eventual impossibilidade regimental para convocar Janot, o vice-presidente da comissão, senador Ronaldo Caiado, também do partido de Juscelino, o Democratas, sugeriu que o requerimento elaborado especificamente para Janot seja transformado num convite. Os requerimentos devem ser apreciados na próxima semana, na sessão do dia 12 de setembro.

Carregue mais artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juscelino Filho destaca mudanças no Código de Trânsito, que entram em vigor nesta segunda

O deputado foi o grande responsável pelo Novo CTB, construído após meses de debates no Con…